Nas escolas: a Educação Física

.

Embora a Educação Física tenha mais profusamente se difundido nas escolas brasileiras a partir da década de 1920, já no século XIX podemos identificar sua existência em diferentes níveis de ensino, com distintos formatos. Da mesma forma, naquele momento surgem os primórdios de uma preocupação governamental com a disciplina, refletida inclusive nas tentativas de elaboração de uma legislação específica.

.

Lição de ginástica sueca para os alunos do Colégio Pedro II (1909)

.

De fato, desde 1823, logo após o país tornar-se independente, já se falava em Educação Física nos projetos de estímulo e estruturação do ensino nacional. Em muitas outras propostas e regulamentos, a partir de então, seria considerada como uma possível disciplina escolar.

.

Atividades físicas oferecidas para as alunas do Instituto Profissional Feminino (futuro Orsina da Fonseca), colégio fundado, no Rio de Janeiro, em 1897. Foto disponível em http://www.flickr.com/photos/andre_so_rio/150443097/in/photostream/

.

Não foi fácil introduzir a disciplina nas escolas públicas brasileiras, não só por problemas operacionais típicos de um sistema de ensino que ainda tentava se estruturar (por exemplo, a ausência de espaços adequados), mas também por existirem resistências ao caráter e à natureza das atividades físicas: havia uma supervalorização do “intelectual” e uma desvalorização das práticas “manuais”, encaradas de forma depreciativa.

.

Demonstração de Educação Física na Escola Rivadávia Correia, 1921. Foto de Augusto Malta, disponível em http://fotolog.terra.com.br/nder:1117

.

Quais escolas teriam, no século XIX, introduzido a disciplina nas suas grades curriculares? Em 1941, a Divisão de Educação Física, primeiro órgão federal ligado à área estabelecido no âmbito federal, por ocasião da publicação das estatísticas referentes aos levantamentos anuais que realizava entre os colégios, informava que 15 escolas afirmaram possuir Educação Física a mais de 50 anos e 18 a mais de 40 anos.

A disciplina era oferecida majoritariamente em escolas de origem estrangeira, entre as quais devem ser destacadas as dirigidas por congregações religiosas, e nas nacionais que estavam sintonizadas com os avanços pedagógicos mundiais.

.

Colégio Abílio, em Botafogo, criado em 1871 pelo Barão de Macaúbas. É citado por Raul Pompéia em “O Ateneu”. Com métodos avançados para a época, oferecia aos alunos esportes e atividades físicas. Disponível em http://www.flickr.com/photos/11124678@N02/2445772842/in/photostream/

.

No caso de instituições públicas, devem ser destacadas as Escolas Normais e o Colégio Pedro II, além das escolas militares.

.

Parque esportivo do Colégio Militar do Rio de Janeiro, fundado em 1889. Postal de A. Ribeiro, coleção Klerman Wanderley Lopes Disponível em http://fotolog.terra.com.br/luizd:1250

.

O século XX traria um conjunto de novas dimensões sociais e culturais, entre as quais interesses econômicos e/ou relacionados à construção de uma identidade nacional, que criaria as condições para que a disciplina definitivamente se implantasse nas escolas brasileiras, ainda que por vezes siga persistindo uma certa desvalorização frente as outras matérias.

.

——–xxxxxxxx——–

.

Próximo post – “Uma novidade nas praias – o vôlei”.

.

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: